Vida e Obra de Luciano Pereira da Silva

O Agrupamento de Escolas Sidónio Pais (Caminha), a Câmara Municipal de Caminha e o Centro de Formação Vale do Minho empreenderam a organização de um colóquio interdisciplinar para assinalar os 150 anos do nascimento de Luciano Pereira da Silva. Contando com o apoio e a colaboração da Universidade de Coimbra, através do Departamento de Matemática da Faculdade de Ciências, do Centro Ciência Viva de Constância e da Junta de Freguesia de Caminha e Vilarelho, o evento realiza-se em Caminha nos próximos dias 21 e 22 de Novembro, com atividades repartidas entre o Museu-Biblioteca e o renovado Teatro Valadares, no centro histórico da vila da foz do Minho.

Luciano Pereira da Silva (Caminha, 1864-1926), tem uma vasta obra publicada de grande interesse científico, ainda hoje referencial na história da ciência pelo seu rigor e carácter interdisciplinar. Cruzando a sua formação de base em matemática e física astronómica com a história e a literatura, estudou a ciência náutica e os conhecimentos astronómicos dos portugueses dos séculos XV e XVI, demonstrando, na esteira do Visconde de Santarém e Joaquim Bensaúde, o primado português na ciência náutica europeia da época da expansão marítima. Catedrático da Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra, foi ainda astrónomo do Observatório Astronómico da universidade e diretor da Escola Normal Superior de Coimbra.  Para além da vida académica, teve intervenção política no final do regime monárquico, quando foi deputado pelo Partido Regenerador em 1901-1904 e governador civil de Coimbra em 1909-1910. Desempenhou também uma significativa ação na área dos seguros, mobilizando os seus conhecimentos de matemática actuarial para ajudar a estabelecer bases sustentáveis para os seguros de vida em Portugal.

No dia 21, sexta-feira, destacam-se a abertura de uma completa exposição bio-bibliográfica e o lançamento de uma reedição fac-similada da obra mais conhecida de Luciano Pereira da Silva,  “A Astronomia dos Lusíadas”. À noite, no Teatro Valadares, será possível assistir à estreia mundial da peça teatral “Novo Céu”, escrita por António Roma Torres, em que o sábio caminhense surge como personagem principal em prolongado diálogo com o amigo Jaime Cortesão (1884-1960), médico, escritor e historiador da expansão marítima portuguesa. No dia 22, sábado, decorrerá no Teatro Valadares um colóquio científico dedicado à vida e obra de Luciano Pereira da Silva que reúne em Caminha um conjunto de especialistas de diferentes áreas do saber, entre os quais se destacam os professores doutores Henrique Leitão (Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa), Carlota Simões (Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra), Armando Malheiro da Silva (Faculdade de Letras da Universidade do Porto), Ana Patrícia Martins (Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viseu) e o astrónomo Máximo Ferreira, diretor do Centro Ciência Viva de Constância.

A participação está aberta a todos os interessados. Os docentes do pré-escolar, do ensino básico e secundário podem inscrever-se neste colóquio na modalidade de formação acreditada pelo CCPFC.

Aprovado pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua, o “Colóquio interdisciplinar nos 150 anos de Luciano Pereira da Silva (1864-1926)” está acreditado como curso de formação para professores de todos os grupos disciplinares e níveis de ensino, até ao limite de 50 inscrições, sem prejuízo dos seus diversos eventos serem abertos ao público em geral, desde que o permita a lotação dos espaços onde decorrem.

Tipo de Artigo: 
AnexoTamanho
PDF icon Programa Colóquio459.77 KB
PDF icon Currículo dos Conferencistas449.91 KB